sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Verão da Camacha - ART'Camacha

Depois de muito tempo sem escrever, volto a partilhar as minhas opiniões sobre a nossa Vila, esperando a vossa participação, opiniões, críticas e sugestões!

ART'Camacha 2010
Apesar da coincidência de data com o Rali Vinho Madeira, o ART'Camacha conseguiu grande visibilidade na imprensa e uma exposição global muito forte na Região, mas não só. É muito honroso ter direito à reportagem feita pela RTP-M a ser divulgada na RTP-N, de âmbito Nacional!

Parece-me consensual que o Festival trouxe muita cultura, animação, diversão, gastronomia e desporto, com um programa de palco equilibrado e eclético, demonstrando a vantagem de estruturar os dias por temas, o que facilita a escolha do público.

A inovação de uma noite de DJ, que manteve centenas de pessoas na achada até depois das 5 da manhã, foi bem aceite e deixou vontade de repetir. Uma palavra de apreço para que nas redondezas teve mais dificuldade em descansar nessa noite, mas a atractibilidade da nossa Vila passa, também, por estas iniciativas!

O espaço do Festival, salvo algumas irregularidades no terreno, mostra-se capaz mas já curto, para a quantidade crescente de visitantes.

Mas além do impacto cultural, há que destacar o impacto positivo na economia da Vila, porque que os milhares de visitantes não se limitaram a consumir nas barracas do Festival.

Do Café Relógio ao Boléo e Regedor, todos os cafés e Restaurantes tiveram mais clientes, muitos deles provavelmente novos, o que constitui sempre uma excelente oportunidade de promoção.

Muito mais se pode fazer, mas não de costas voltadas. Urge que todos se empenhem em receber melhor, aprimorando os cafés e esplanadas, aproveitando a afluência de público para captar nova clientela que voltará noutras alturas do ano.

A cada organização do ART'Camacha e outras festas, se demonstra a capacidade da Vila da Camacha para atrair visitantes, Camacheiros e forasteiros, pelo que estão garantidas as condições de base para termos maior dinâmica comercial, assim se insista e invista (como o Bilha Café fez) e nunca se desista!
Enviar um comentário