terça-feira, 27 de março de 2012

Excelentes "Momentos"

Sábado à noite a Tuna de Bandolins da Casa do Povo da Camacha presenteou-nos com grandes momentos que foram bem para além da musica.

Com o auditório da Casa do Povo da Camacha repleto, a Tuna presenteou o público com cerca de uma hora de espetáculo digno desse nome. O conceito do concerto fez-se não apenas de musica de Tuna, uma agradável surpresa, indo bem para além disso, ao aproveitar as diversas valências e capacidades artísticas dos seus elementos. "Momentos" foi muito para além do esperado!

Entre as naturais peças clássicas e tradicionais, demonstrativas da evolução técnica e coletiva da Tuna, com uma notável capacidade de interpretação bem patente nas harmoniosas variações de ritmo e intensidade, a inclusão de peças a solo e duetos emprestou uma grande dinâmica e manteve a atenção da plateia em níveis elevados.

A melhorar, contudo, as mudanças no palco (instrumentos, cadeiras, estantes e posicionamento), mas nada que belisque a musicalidade fantástica apresentada!

Portanto, um concerto de grande qualidade, inovador, dinâmico, com a frescura que a época pede e com vários toques de magia, bem patentes quando o publico exigiu um "encore", que se tornou numa prova de como a Tuna é já capaz de interpretar temas que não haviam sido preparados para esse dia, ou seja, comprovou-se em palco a grande capacidade e qualidade musical de todos os elementos.

Mas, por falar em magia, atentem bem neste nome, Érica Gonçalves, uma artista de mão cheia, um portento de talento, com potencial difícil de mensurar! Em dois momentos deixou a sala em ebulição!

Primeiro declamando "Adeus", de Eugénio Andrade, ao som (teclas) do tema original de outro talento que emerge, a Sara Barreto.

Depois, num  momento sublime, arrebatou a plateia declamando o "Cântico Negro" de José Régio, com a violência intempestiva, florescente e fresca da Primavera, salpicada já pela intensidade arrebatadora do Verão! Dicção fantástica, métrica impecável e uma capacidade emotiva de interpretação que nos prendeu a cada sílaba, num crescendo para o final que nos deixou, mesmo, sem saber por onde ir. Bravíssimo!

Finalizo recomendando toda a sua atenção para esta Tuna de Bandolins da Casa do Povo da Camacha, que cresce mais e mais, e apresenta um trabalho que justifica bem mais que os 2€ de entrada!

Parabéns a todos e um abraço especial ao José João, pelo trabalho desenvolvido! A Camacha agradece ;)
Enviar um comentário