quarta-feira, 4 de maio de 2005

Largo da Achada


A porta de entrada da Vila da Camacha é o Largo Conselheiro Aires de Ornelas. Porquê? É o centro da Vila, sendo um espaço de lazer com jardins, Parque Infantil, Rinque de Patinagem e mais. Além disto é ladeado pelo Café Relógio, a Casa do Povo, bem como da Igreja e espaços comerciais, diria, históricos. Ao longo dos anos o, vulgo, Largo da Achada sofreu algumas transformações. Reduziram-se as "fronteiras" para criar espaço de estacionamento, felizmente com acabamentos em pedra, uma opção que apoio pela necessidade dos mesmos, o Parque Infantil foi remodelado dando maior segurança às crianças, criou-se uma rede de água e esgotos para melhorar as condições das barracas de comes-e-bebes que sazonalmente servem as festas aqui realizadas e fizeram-se WC's públicos.

Até aqui tudo e ainda bem, mas é chegada a hora de novos investimentos. Opinião que reúne muito consenso, o largo deve ser remodelado, para maior conforto (visual incluído) e principalmente maior funcionalidade e abrangência. O que sugiro?

O espaço físico do Largo da Achada deveria ser uniformizado, remodelando e reposicionando o rinque de patinagem (repleto de história), criando-se um espaço que serviria de palco, ou onde um pudesse ser facilmente montado. Com isto teríamos o palco posicionado na extremidade onde se encontra o referido rinque, permitindo um maior número de público, para além de possibilitar que quem estivesse nas zonas normalmente reservadas às barracas de comes-e-bebes, pudesse confortavelmente assistir aos espectáculos em curso.

Os jardins, para além de serem alvo de um maior cuidado, deveriam incluir preferencialmente flora existente na Natureza que rodeia e afama a Vila. Isto após serem convenientemente redistribuídos, criando uma espécie de tampão verde nas extremidades do Largo. Além de libertarem o espaço central e frontal ao palco e rinque, o que permite uma ampla visibilidade dos mesmos, criaria uma verdadeira sensação de se estar rodeado de Natureza em toda a volta. Atenção para o posicionamento de árvores nas extremidades, que não deverá ocultar o visionamento da Torre do Relógio nem da Capela de São José.

Um óptimo exemplo do que acabei de referir é a disposição de árvores na zona frontal ao edifício da Casa do Povo, quanto a mim a fórmula certa para a extremidade oposta.

De extrema importância e merecedora de intervenção rápida é a recuperação do monumento alusivo a ter sido aqui que se jogou futebol pela primeira vez em Portugal!

Outras intervenções a não esquecer: dignificar os WC's públicos e o Bar/Esplanada que servem o Largo da Achada.

Ressalvo que as ideias que expus são resultado da minha visão pessoal combinada com as opiniões de individualidades ligadas à cultura e não só, de outras que recolhi junto de amigos e ainda de diversas outras deixadas neste blog e no FotoBlog da minha autoria www.fblog.noite.pt/dna78

Espero que o Largo Conselheiro Aires de Ornelas "entre" finalmente no século XXI de "cara lavada" e capaz de ser um cartão de visita duma Vila muito visitada por Turistas.
Enviar um comentário